Goleiro mexicano que parou Brasil está sem clube

Ochoa vive momento de dúvida em sua carreira, apesar dos grandes jogos que já fez contra a seleção brasileira

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

Com reflexos e defesas precisas, Ochoa não deixou Neymar e os craques brasileiros brilharem
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Com reflexos e defesas precisas, Ochoa não deixou Neymar e os craques brasileiros brilharem

Fortaleza (CE). O goleiro mexicano Ochoa foi eleito o nome do jogo por grandes defesas que seguraram o empate sem gols entre Brasil e México, nesta terça-feira, em Fortaleza. Ao lado do argelino M'Bolhi é o goleiro que mais realizou defesa numa partida desta Copa: seis. Mas afinal, que é esse cara que foi capaz de parar o ataque brasileiro?

Por incrível que pareça, o jogador de 28 anos está sem clube. O contrato com o Ajaccio – rebaixado para Segunda Divisão francesa neste ano – terminou no fim da última temporada e não foi renovado. O Milan estaria interessado.

Goleiro reserva das Copas de 2006 e 2010, Ochoa ganhou a confiança do técnico Miguel Herreira e agarrou a titularidade. Já são 180 minutos de invencibilidade. Contra Camarões, o time venceu por 1 a 0.

“Acredito que foi meu jogo mais importante, fazer as defesas na Copa, contra o anfitrião. Estou contente, vou continuar trabalhando e festejar com os colegas”, destacou.

Ocho, natural de Guadalajara, tem 1,80 m foi relevado no América do México, onde fez 239 partida. Em 2008, fez parte da seleção do Resto do Mundo.

O jogador é muito apreciado no mercado publicitário, sempre participando de anúncios. Já foi até capa do game Fifa 08 e Fifa 09 na versão para os Estados Unidos e México.

Sobre seu futuro, ele tem suas preferências. “Minha prioridade é permanecer na França, mas estou aberto a propostas. Melhorei bastante nos últimos três anos. Estava acostumado a competições de alto nível no México. Agora preciso jogar a Liga dos Campeões para ver meu nível”, avaliou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave