Rússia sofre com frango e busca empate contra a Coreia do Sul

Gol que abriu o placar para os asiáticos vai para a conta do goleiro Akinfeev, que falhou feio no segundo tempo

iG Minas Gerais | RICARDO PLOTEK |

Russia's Alexander Kerzhakov, right, scores his side's first goal past South Korea's goalkeeper Jung Sung-ryong, left, and defenders Hwang Seok-ho (6) and Kim Young-gwon (5) during their group H World Cup soccer match at the Arena Pantanal in Cuiaba, Brazil, Tuesday, June 17, 2014. (AP Photo/Thanassis Stavrakis)
Russia's Alexander Kerzhakov, right, scores his side's first goal past South Korea's goalkeeper Jung Sung-ryong, left, and defenders Hwang Seok-ho (6) and Kim Young-gwon (5) during their group H World Cup soccer match at the Arena Pantanal in Cuiaba, Brazil, Tuesday, June 17, 2014. (AP Photo/Thanassis Stavrakis)

Rússia e Coreia do Sul fizeram, nesta terça-feira à noite, o último jogo de estreias da Copa do Mundo no Brasil, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pelo grupo H do Mundial, e o resultado foi um empate em 1 a 1. Embora o futebol seja um jogo coletivo, o gol que abriu o placar para os asiáticos vai para a conta do goleiro Akinfeev, que falhou feio no segundo tempo, após um chute de fora da área do atacante Keun-Ho, aos 23 min. Cinco minutos depois, Kerzhakov empatou para os russos, em jogada dentro da área da Coreia do Sul, com a bola sobrando para o atacante deixar tudo igual e livrar a cara do companheiro de seleção. No primeiro tempo, o jogo teve poucas chances e os dois times foram algumas vezes vaiados pela torcida que compareceu à Arena Pantanal, a maioria de brasileiros. As emoções mais fortes ficaram mesmo para a segunda etapa, principalmente depois dos gols, com as duas seleções buscando a vitória, uma marca registrada deste Mundial. A postura de Rússia e Coreia do Sul pode ser explicada pelo fato de o outro jogo da chave, entre Bélgica e Argélia, também nesta terça, em Belo Horizonte, ter tido um vencedor, a Bélgica: 2 a 1. As equipes que entraram em campo mais tarde sabiam que o empate as deixaria a dois pontos do líder do grupo, uma seleção considerada por muita gente em condições de fazer uma grande Copa do Mundo, pois tem um time jovem e com vários bons jogadores que atuam em grandes clubes da Europa. Mesmo que tenha conseguido o empate depois de ter saído perdendo, o resultado pode ser considerado bem pior para a Rússia, pois a Coreia do Sul corre por fora para ficar com a segunda vaga da chave H nas oitavas de final, pois Rússia e Bélgica são as favoritas para avançar, com a Argélia sendo a seleção, de longe, mais fraca do grupo. O próximo domingo será muito importante para os quatro times que integram a chave, pois todos voltam a campo pela segunda rodada da primeira fase. Se quiser seguir com chances concretas de passar às oitavas de final, a Rússia precisa derrotar a Bélgica, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já os belgas vão contar com a pressão sobre os adversários para buscar os três pontos e a classificação antecipada. Uma hora depois do confronto entre Bélgica e Rússia, a Coreia do Sul pega a Argélia, no Beira-Rio, em Porto Alegre, com a obrigação de triunfar para continuar sonhando com a próxima fase da Copa do Mundo no Brasil.

Leia tudo sobre: russiaRússiaempateCoreia do Sulcopa do mundo