Barcelona transforma Sánchez em infiltrado chileno do 'tiki-taka'

Atacante chileno que joga na Espanha reencontrará companheiros de clube com status de estrela de La Roja

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Divulgação
undefined

Se a tática de posse de bola e troca rápida de passes que caracteriza a Espanha está em crise, o chileno Alexis Sánchez é uma fonte para identificar suas deficiências.

Atacante do Barcelona, onde o "tiki-taka" também fez escola, ele vai reencontrar companheiros no rival nesta quarta (18), quando Chile e Espanha se enfrentam no Maracanã. Cinco dos 11 que iniciaram o jogo contra a Holanda são da equipe catalã.

Sanchéz passou a ser usado de forma mais constante no Barcelona na última temporada, ganhou experiência e respeito de colegas do time.

Na análise do técnico chileno Jorge Sampaoli, a formação tática da seleção favorece ao atacante, que não pode explorar seu potencial no time espanhol. "No Barcelona, ele fica sem muita liberdade. Com a seleção, tem mais espaço, pode ser mais criativo."

"No Chile é a estrela. Tem mais responsabilidade na seleção do que no Barça", disse Pedro, seu companheiro de equipe.

Leia tudo sobre: sancheztiki-takabarcelonaespanhaclubechileseleção chilena