França teme Suíça e calor para segundo jogo na Copa, em Salvador

Franceses fizeram primeira primeira partida no clima mais ameno de Porto Alegre, e agora enfrentará maior temperatura e adversário que já vence o Brasil

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Benzema foi o autor dos três gols da vitória francesa sobre Honduras
AP Photo/Andrew Medichini
Benzema foi o autor dos três gols da vitória francesa sobre Honduras

Primeira de seu grupo na Copa do Mundo, a seleção francesa está preocupada com o adversário do seu segundo jogo, a Suíça, nesta sexta-feira (20) em Salvador (BA), e com as altas temperaturas.

Guy Stephan, treinador-assistente, disse em entrevista coletiva nesta terça-feira (16) em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) - município onde a seleção está concentrada - que o jogo contra a Suíça será difícil.

A Suíça ganhou do Brasil por 1 a 0 em amistoso ocorrido em agosto do ano passado. Ainda de acordo com Stephan, pelo ranking da Fifa, a Suíça está em sexto lugar, enquanto a França está em 17º lugar.

Ele também ressaltou que, apesar de os jogadores terem se "refrescado" com a temperatura em Porto Alegre (RS) no jogo de domingo (15) contra Honduras, eles terão que enfrentar o calor de Salvador.

"Sabemos que a temperatura será maior e não tem o que fazermos quanto a isso. Vai ser mais difícil", disse Stephan.

O treinador-assistente também falou sobre o atacante Olivier Giroud, que só entrou em campo no segundo tempo do jogo de estreia. Quatro dias antes do jogo, Giroud havia dito que seria frustrante não ser titular da equipe.

Stephan elogiou a atuação do atacante Antoine Griezann que, apesar de ser considerado muito jovem - ele tem 23 anos -, fez uma boa partida.

"Olivier ficar decepcionado é normal. É uma Copa do Mundo, todos querem jogar. Foi uma escolha estratégica colocar um jogador que está mais à vontade em campo para desestabilizar a defesa", disse Stephan.

TREINO

Os franceses treinam nesta terça (17), a partir das 16h, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão. De acordo com Stephan, o treino intensificará corridas para "oxigenar" os jogadores e exercícios "lúdicos" para que possam se recuperar da partida do último domingo.

O meia Yohan Cabaye, que teve uma lesão no jogo contra Honduras, terá um treino mais leve que os demais jogadores. No entanto, de acordo com Stephan, a lesão não é preocupante e ele já está recuperado.

Leia tudo sobre: françasuíçaguy stephancalorclimatemperaturagriezann