Palacio revela medo de corte da seleção argentina após contusão

Ressonância não detectou lesão grave e tranquilizou jogador portenho, que chegou a pensar em ficar de fora da Copa

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Atacante Rodrigo Palacio, da Inter de Milão, posa com camisa personalizada do Atlético
Atlético/Divulgação
Atacante Rodrigo Palacio, da Inter de Milão, posa com camisa personalizada do Atlético

Rodrigo Palacio confessa ter ficado com medo de perder a Copa. O atacante argentino sofreu contusão no tornozelo esquerdo no amistoso contra Trinidad e Tobago, no início do mês. Nesta terça-feira (16), pela primeira vez ele treinou com bola com o restante do elenco.

"No momento que eu machuquei o tornozelo, me assustou. Fiquei com medo. Mas depois que o corpo médico me tranquilizou. Vi a ressonância e tive certeza que não foi nada grave", disse o atacante.

Ele deve ser opção para o segundo tempo contra o Irã, sábado (21). Com Higuaín na equipe titular, o que deve acontecer, ele sabe que tem mais oportunidades de entrar em campo durante o segundo tempo. O mesmo vale para Ezequiel Lavezzi.

"Imagino [a equipe] como joguei nas eliminatórias, entrando no segundo tempo e ajudando o meio-campo. Os titulares são Agüero, Higuaín e Messi. Mas tenho de estar preparado. O Mundial está muito lindo, todos podem ganhar de qualquer um", explicou.

Palacio já atuou no Mineirão e tem boas lembranças do estádio. Estava na equipe do Boca Juniors (ARG) que derrotou o Cruzeiro por 2 a 1, na Taça Libertadores de 2008. Ele fez um dos gols. "Lembro-me muito bem desse jogo. É uma boa recordação que tenho. Tivemos sorte naquele jogo e fiz um gol", completa.

Leia tudo sobre: copa do mundoargentinacontusãolesãopalaciomedocorte