Americana reduz 40% dos casos de dengue

Foram registrados 1.932 casos no mês passado, contra 3.239 de abril; Americana soma 8.846 ocorrências confirmadas e uma morte pela doença

iG Minas Gerais | Da redação |

Bairros mais afetados são Cidade Jardim, Parque da Liberdade, Jardim dos Lírios, Mathiensen, Morada do Sol, Jardim da Paz, Praia Azul, São Jerônimo e Jardim São Paulo
prefeitura de Americana/Divulgação
Bairros mais afetados são Cidade Jardim, Parque da Liberdade, Jardim dos Lírios, Mathiensen, Morada do Sol, Jardim da Paz, Praia Azul, São Jerônimo e Jardim São Paulo

O número de novos casos confirmados de dengue em Americana (SP) caiu 40,3% em maio em relação ao mês anterior, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (16) pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde. A epidemia na cidade soma 8.846 ocorrências confirmadas e uma morte em decorrência da doença, até esta segunda.

De acordo com o levantamento, foram registrados 3.239 novas ocorrências da doença no mês de abril. Já em maio, o número caiu para 1.932 novos casos. Ainda segundo a secretaria, foram 146 novas confirmações de dengue neste mês de junho.

Segundo a Secretaria de Saúde, a queda na estatística é reflexo da queda de temperatura no período, além da intensificação das ações no combate à dengue. Os bairros mais afetados no município são Cidade Jardim, Parque da Liberdade, Jardim dos Lírios, Mathiensen, Morada do Sol, Jardim da Paz, Praia Azul, São Jerônimo e Jardim São Paulo.

Liminar Com a epidemia, Americana foi a segunda cidade da região a conseguir na Justiça a permissão para entrar em imóveis abandonados, fechados ou com acesso não permitido por causa da epidemia de dengue. Em Campinas (SP), a Prefeitura também conseguiu esse direito em abril.

Americana integra a lista de cidades da região que apresentam o quadro epidêmico da doença, ao lado de Campinas, Sumaré (SP), Mogi Guaçu (SP) e Mogi Mirim (SP).

Leia tudo sobre: americanareduçãocasosministério da saúde