De Bruyne diz que não sabe se merecia o prêmio de melhor em campo

Meia belga recebeu o troféu de melhor atuação no jogo entre Bélgica e Argélia, mas não ficou satisfeito com sua atuação e da equipe vermelha ao longo dos primeiros 45 minutos

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

O meia Kevin De Bruyne, da Bélgica, foi eleito o melhor jogador da partida contra a Argélia. Porém, o próprio jogador não concordou muito com a escolha, principalmente em função do que ele e a equipe produziram no primeiro tempo do confronto.

“Não estou satisfeito com o primeiro tempo, que foi muito difícil e a Argélia jogou muito bem. No segundo tempo tivemos melhor desempenho. Não sei se eu mereci muito esse prêmio de melhor em campo hoje", disse o camisa 7 da Bélgica.

Para o jovem jogador, de apenas 22 anos, a chave para sair de campo com os três pontos foi a paciência. O time belga soube jogar sem ficar apavorado com o passar do tempo e buscou a vitória em sua estreia na competição deste ano.

"É uma questão de ser um pouco mais pacientes. É importante jogar tranquilos e conseguimos buscar a recuperação dentro da partida. Quando fizemos 1 a 1, vimos que bastava uma doação um pouco maior para vencer", disse De Bruyne.

Leia tudo sobre: De BruyneBélgicaArgéliaMineirão