Tive conversa 'franca e sincera' com Dilma sobre espionagem, diz Biden

O vice-presidente dos Estados Unidos reconheceu que esse assunto despertou interesse da população brasileira, mas minimizou o impacto sobre as relações entre Brasil e EUA

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Biden ainda elogiou o desempenho brasileiro na organização da Copa
Folhapress
Biden ainda elogiou o desempenho brasileiro na organização da Copa

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que teve uma conversa "franca e sincera" com a presidente Dilma Rousseff, nesta terça-feira (17), sobre as denúncias de espionagem norte-americana. "Queremos a internet como um meio seguro e [que não seja] um instrumento de repressão dos Estados", afirmou em declaração à imprensa. Ele contou que reforçou no encontro que os EUA anunciou, no início do ano, "mudanças reais no nosso processo". "Estamos adotando uma nova abordagem nessas questões", argumentou ele.

Ele reconheceu que esse assunto despertou interesse da população brasileira, mas minimizou o impacto sobre as relações entre Brasil e EUA. "Continuamos amigos muito próximos do Brasil", disse. Biden afirmou que teve um bom momento com a presidente Dilma. "Gostamos da companhia um do outro", afirmou.,

Comissão da Verdade

Biden afirmou que os Estados Unidos estão desenvolvendo um "projeto especial" para desclassificar e compartilhar com a Comissão da Verdade documentos referentes ao período da ditadura brasileira. "Espero que olhando documentos do passado, possamos focar na imensa promessa do futuro", afirmou. Entre os temas tratados com a presidente Dilma, na manhã desta terça, ele citou a situação no Iraque e na Venezuela. Biden afirmou que tanto EUA e Brasil tem interesse na "estabilidade" do país vizinho e na proteção de direitos humanos. Ele ainda destacou o papel do Brasil e de parceiros na busca do diálogo entre governo e oposição na Venezuela.

Copa

Em tom bem humorado, destacou a vitória dos Estados Unidos e que veio ao Brasil em companhia da neta e do sobrinho. "Eu sou o avó favorito na família agora", brincou, gerando gargalhadas na plateia. Ele ainda elogiou o desempenho brasileiro na organização do evento. "O Brasil tem feito um trabalho incrível".

Leia tudo sobre: PolíticarelaçãoBrasilEUAJoe BidenespionagemDIlmaDilma Rousseffreuniãocomissão da verdade