Mexicanos perdem aposta para brasileiros em pelada no Castelão

Torcida do "El Tri" apostou com representantes canarinhos R$ 20 em uma disputa na grama da esplanada do estádio de Fortaleza

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

Chegada ao Castelão foi mais fácil do que nos jogos anteriores, dizem torcedores
Rodrigo Lima
Chegada ao Castelão foi mais fácil do que nos jogos anteriores, dizem torcedores

Fortaleza (CE). Os mexicanos não contavam com a astúcia do futebol de rua brasileiro.  Antes da bola rolar para Brasil e México, eles desafiaram garotos do bairro Castelão para uma melhor de três gols na grama da esplanada do estádio. Não deu outra: 3 a 2 para os “donos da casa” e R$ 20 a menos.

“Os brasileiros têm mais técnica, mais talento com os pés. Eles jogam bonito”, admite Alan Guzman, 19, que perdeu o desafio. O campinho improvisado já faz parte da rotina dos moradores da região. “Jogamos todo dia aqui”, conta Herberty Carlos, 15.

A peladinha conta com dois golzinhos de cano de ferro e barbante improvisado. A bola amarela se destacava no gramado mais seco do que verde. Eram quatro jogadores de cada lado, não tão bem identificados assim com as cores.

“Eles deram trabalho, mas eles sabem jogar também. Mas tem que colocar a bola no chão, tocar e jogar em grupo”, ressalta Gerson Thiago da Conceição, 19, que disse ter passado pelas categorias de base do Marília, de São Paulo.

Leia tudo sobre: Copamexicanosbrasileiroscastelaoapostapeladadescontracao