Argentinos vão rodar 15.000 km de carro pelo Brasil durante o Mundial

Caminhonete do casal Oscar e Lorena serve como meio de transporte, mas também é o dormitório nas cidades em que param apenas para conhecer ou ver jogos da competição mundial

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro e Guilherme Guimarães |

O casal Lorena Biagetti e Oscar Christiani pararam na Lagoa da Pampulha para beber o tradicional mate
Webrepórter/Felipe Ribeiro
O casal Lorena Biagetti e Oscar Christiani pararam na Lagoa da Pampulha para beber o tradicional mate

A famosa raça argentina foi importada dos gramados para os torcedores, que não estão medindo esforços para acompanhar a Copa do Mundo no Brasil. O casal Oscar Christiani e Lorena Biagetti deixou a cidade de Viedma rumo ao Brasil em uma caminhonete que, além de meio de transporte, serve também de dormitório nas cidades em que passam.

Para chegar a Belo Horizonte, já foram percorridos 4.000 km e, no dia em que chegarem em casa, terão sido acumulados 15.000 km de viagem. E há argentinos que fizeram loucuras maiores. "Tudo vale a pena para poder acompanhar essa festa. Conhecemos um argentino que saiu de Córdoba de bicicleta e está há um mês viajando", contou Oscar.

Muito tranquilos e bastante à vontade, o casal descansava às margens da Lagoa da Pampulha e tinha como companheiras inseparáveis uma garrafa térmica e uma cuia para beber o tradicional mate. Apesar do desejo de ver Argentina x Irã na capital mineira, os dois tiveram que se contentar com Bélgica x Argélia. "Não conseguimos ingresso para o jogo de sábado. Tentamos bastante, mas já estavam esgotados", destacou Lorena,

Os dois estão esperançosos com relação à seleção albiceleste, acreditam em uma decisão contra o Brasil, mas sabem que será uma missão muito difícil. "Argentina vai chegar na final. Mas se pegar o Brasil ficará tudo muito mais difícil. Eu acredito que a torcida fará uma pressão muito grande e poderá deixar o Brasil ainda mais forte", disse Oscar.

Leia tudo sobre: ArgentinosArgentinaCopa do MundoBelo HorizonteMineirão