Argelinos fazem festa no Mineirão e elogiam mulher brasileira: 'Linda'

Estrangeiros curtiram batuque instrumental nos arredores do estádio, dançaram e tiraram muitas fotos

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES E FELIPE RIBEIRO |

Argelinos se empolgam com festa brasileira, caem no samba e ficam de olho nas mulheres brasileiras
GUILHERME GUIMARÃES/WEBREPÓRTER
Argelinos se empolgam com festa brasileira, caem no samba e ficam de olho nas mulheres brasileiras

Eles não desgrudavam os olhos daquilo que mais chamava a atenção nos arredores da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. E o objeto de desejo dos argelinos não era o imponente Mineirão, local que compõe o mais conhecido cartão postal da capital mineira. Na mira do olhar dos torcedores da Argélia um só destaque:  as mulheres.

Saidinhos e cheios de ânimo, os argelinos eram só alegria por estarem perto de um dos patrimônios nacionais, a beleza feminina. Pedido de muitas fotos, abraços, danças. Tudo animava o torcedor antes do importante duelo entre Argélia e Bélgica, no Gigante da Pampulha, nesta terça-feira. Partida válida pelo Grupo H da Copa do Mundo.

"Muito bonitas, lindas. As mulheres brasileiras tem belíssimas pernas. No geral, o povo brasileiro é muito hospitaleiro e legal", disse Hani Addelkader, 39, todo vestido de branco e verde, cores da bandeira argelina.

Na subida da avenida Coronel Oscar Paschoal, perto do Ginásio do Mineirinho, os torcedores da Argélia se misturavam com os brasileiros fazendo a maior festa. Um grupo com tambores, repiques e tamborins animava quem passava pelo local. A música era contagiante e conseguiu colocar fim na timidez dos argelinos, que dançaram bem ao seu estilo: pulos, seguidos de palmas sequenciais.  

Leia tudo sobre: Argélia. BélgicaCopa do MundoMundialMineirão