Férias, sim, mas sem tédio

Variar atividades e ir além de eletrônicos agregam desenvolvimento a pequenos, afirma especialista

iG Minas Gerais | cristiane grandi |

CCCB-BH, na praça da Liberdade, tem várias atividades grátis para crianças
Alexandre C. Mota / Aldeia
CCCB-BH, na praça da Liberdade, tem várias atividades grátis para crianças

Com duração tradicional de no máximo três semanas, as férias escolares do mês de julho, neste ano, foram antecipadas para junho devido à Copa do Mundo. A mudança aumentou a angústia de pais e mães, que tentam conciliar as atividades profissionais regulares a opções de diversão e de lazer para os pequenos. Uma alternativa é dar aos filhos a oportunidade de participar de colônias de férias ou oferecer a eles programas culturais preparados especialmente para o período.  

Em Belo Horizonte e na região metropolitana, há opções que cabem em vários tamanhos de bolsos e agradam a diversos perfis de crianças e adolescentes. Localizado na praça da Liberdade, na região Centro-Sul da capital, o Centro Cultural do Banco do Brasil de Belo Horizonte (CCBB-BH), por exemplo, disponibiliza a quem procurar espontaneamente o local programação similar à tradicionalmente feita para grupos escolares.

Coordenadora pedagógica do setor educativo do CCBB-BH, Luana Mitre explica que o atrativo oferece contações de histórias, visitas teatralizadas e laboratório de ações criativas, dentre outras opções. Totalmente grátis, a programação inclui exposições e mostras.

Há ainda opções de colônias de férias. Neste ano, a programação foi adaptada ao Mundial, com atividades temáticas. É o caso do Museu dos Brinquedos, no bairro Funcionários, na mesma região, que preparou brincadeiras típicas dos países participantes da Copa.

Já no Buritis, na região Oeste, o Unique Espaço Pedagógico manteve as atividades regulares e agregou à programação oficinas especialmente preparadas para o período da Copa do Mundo.

Especialista. A psicóloga Silvia Esteves, que trabalha no Unique e também atende a famílias e crianças, afirma que é muito positivo oferecer aos pequenos ocupações que vão além dos jogos eletrônicos e da televisão. “As atividades diversificadas estimulam o desenvolvimento motor e psíquico em qualquer idade”, explica.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave