A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Havia falado que, dentro de campo, seria a melhor Copa de todos os tempos. Tenho assistido aos jogos e estou satisfeito com o que tenho visto. As seleções estão apresentando um bom futebol e mostrando que se prepararam bem para a competição. Claro que existem umas bem acima da média e outras que vieram para pegar um pouco mais de experiência. Mesmo com a seleções de Holanda, Alemanha e Itália apresentando um esquema de futebol diferenciado, ainda mantenho minha opinião: o Brasil é o favorito e temos tudo para conquistar a Copa do Mundo em casa. Jogando em solo nacional, para mim, é obrigação vencer o Mundial e fazer a alegria deste povo tão sofrido. Neymar e companhia podem escrever o nome na história das Copas bem antes do que espera. Vamos, Brasil! Vamos em busca do sonhado hexacampeonato, meu Brasil querido!

A voz da Massa Saudações alvinegras! O Galão da Massa, a essa altura, está indo rumo à China, e deve desembarcar na terra do “xing ling”, hoje à tarde, para uma série de três amistosos. O único desfalque na equipe é o capitão Réver, que ficou em BH para tratar uma entorse no tornozelo esquerdo. Eu cheguei a pensar que o time teria mais um desfalque nessa viagem, o craque Ronaldinho Gaúcho, que ficou quatro dias sem treinar. Parece que foi Ronaldinho que tentou de todas as formas dar aquele velho “migué” para não viajar, porém, não teve jeito. O que eu gostei foi de ver os nomes dos jovens Eduardo e Carlos na lista. Parece que eles já estão incorporados de vez nos planos de Levir. E insisto em dizer que, quando Eduardo tiver mais oportunidades ou uma sequência de jogos, podem acreditar, ele não sai mais do time, pois o moleque joga muito. Dá-lhe, Galo!

Avacoelhada O Coelhãozinho conquistou os títulos do sub-10 e sub-14 e foi vice-campeão no sub-11 e sub-12 na Super Copa Imef. Dhominny, Wander, Rafael, Gabriel, Matheus, Vinícius, Rafael Drumond, Nícolas, Mateus Henrique, David, Heitor, Ygor, Márcio, Ítalo, Matheus Fernando, Igor Lourenço, João Victor, Victor Magalhães, Guilherme Cruz Oliveira e Kaique Bryan são os atletas em formação campeões pelo sub-10. Dhominny, David e o treinador Luciano Shuai foram os destaques da competição. Roberto Afonseca é o técnico do sub-12, e Fábio Brostel, o do sub-14. Embora o América seja um clube essencialmente formador e revelador, nos três últimos anos poucos jogadores tiveram oportunidades reais e programadas no time profissional. Os pratas da casa perderam espaços para um excessivo número de contratados, com salários maiores e baixa qualidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave