Torneiras 'somem' de banheiros do estádio de Brasília

Administração do estádio está apurando o sumiço das torneiras

iG Minas Gerais | Folha Press |

A administração do estádio Mané Garrincha, em Brasília, apura o sumiço de torneiras após a realização da partida Suíça e Equador, no domingo. De acordo com o governo do Distrito Federal, foi detectado o desaparecimento de "algumas" torneiras dos banheiros do estádio.

"Ressaltamos que as providências legais são de responsabilidade da Fifa, já que o estádio está sob período de uso exclusivo por parte da entidade", diz em nota a Coordenadoria de Comunicação para a Copa, do governo distrital.

Questionada, a Fifa não respondeu sobre o assunto. Segundo a reportagem apurou, essa não é a primeira vez que torneiras são retiradas dos banheiros do Mané Garrincha.

Ainda de acordo com o governo, o entupimento de pias, que transbordaram água durante a partida, já foi resolvido. Torcedores entupiram a pia colocando papel.

FILA

Antes da partida, muitos torcedores enfrentaram longas filas e só conseguiram entrar no estádio com a bola já rolando.

De acordo com o governo do DF, não houve problemas no acesso ao estádio e a operação na arena é de responsabilidade da Fifa.

O governo e a entidade reforçarão nos próximos pedidos para que o torcedor chegue com mais antecedência ao estádio.

A Fifa admitiu que houve falhas na entrada dos torcedores na partida de domingo.

O estádio Mané Garrincha recebeu o que era até então o maior público da Copa, com 68 mil presentes. De acordo com a Fifa, as filas foram resultado de "combinação de fatores": "Problemas com parte do efetivo dos operadores dos detectores de metais aliados à chegada do público muito próxima ao horário da partida".

Segundo a organização da partida, até uma hora antes do jogo, apenas 20% do público havia entrado no estádio, com mais de 35 mil torcedores acessando o Estádio Nacional entre 12h e 13h quando o jogo começou.

Não houve checagem nominal dos ingressos, o que facilitou a entrada dos torcedores. De acordo com a Fifa, "o documento que comprova a elegibilidade dos compradores de ingressos pode ser solicitado nos portões de entrada do estádio". "A checagem é feita de forma aleatória".

Assim, a Fifa reitera aos torcedores a necessidade de, nas próximas partidas no Mané Garrincha, chegar com antecedência. Os portões são abertos com três horas de antecedência. "Para as próximas partidas, esta mensagem será reforçada, além de trabalharmos para aprimorar a operação na checagem de segurança".

Leia tudo sobre: copacopa do mundomané garrinchasumiçotorneiras