Professores de Contagem se reúnem com Comissão de Direitos Humanos

Encontro foi proposto pelo deputado Rogério Correia (PT), para debater o movimento e violações de direitos fundamentais; prefeito de Contagem foi convidado, mas não compareceu; nova reunião está marcada para esta terça (17)

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Professores votaram pelo início da greve durante assembleia geral
Sind-Ute Contagem/Divulgação
Professores votaram pelo início da greve durante assembleia geral

O comando de greve da educação de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, e lideranças sindicais se reuniram na tarde desta segunda-feira (16) com a comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O encontro foi proposto pelo pelo deputado Rogério Correia (PT), com o objetivo debater o movimento e as decorrentes violações de direitos fundamentais.

Convidado para prestar esclarecimentos sobre a situação da greve da educação em Contagem, o prefeito Carlin Moura, não compareceu e não enviou representante. O Sind-Ute Contagem foi representado pela professora e coordenadora do sindicato, Sueli Rocha, que explicou todo o processo da campanha salarial 2014, que resultou na greve que dura quase dois meses. Importantes lideranças sindicais demonstraram total apoio ao movimento dos trabalhadores em educação de Contagem e participaram da audiência pública.

Para buscar nova negociação com o governo de Contagem, o deputado Durval Ângelo propôs, e os presentes concordaram, com uma reunião na porta da prefeitura de Contagem, nesta terça (17), às 11 horas. A ideia é conseguir um encontro entre o prefeito Carlin Moura ou representantes e uma comissão do Comando de Greve.

As centrais sindicais que estiveram presentes na audiência pública também irão participar do encontro.

Leia tudo sobre: greveprofessoresContagemComissão de Direitos Humanosalmg