Lionel Messi elogia desempenho de Alemanha e Holanda são melhores

Camisa 10 argentino viu várias das partidas do torneio até agora e elogiou alemães e holandeses

iG Minas Gerais | Folha Press |

Antes de fazer o segundo gol da Argentina contra a Bósnia, Lionel Messi ouviu a torcida brasileira no Maracanã cantar o nome de Neymar, o provocando. A vitória e o fim do jejum em Mundiais fizeram o atacante dar um raro sorriso diante da imprensa ao ser questionado sobre o assunto nesta segunda (16), na Cidade do Galo, em Vespasiano (27 km de Belo Horizonte). Ele negou qualquer rivalidade fora do campo com seu colega de time de Barcelona.

"Eu não estou em uma competição com Neymar. É meu companheiro e uma grande pessoa. É normal [as provocações]. Estamos no Brasil. É normal que isso aconteça quando envolve Brasil e Argentina, mas não tem nada demais", descartou.

Cobrado por não anotar gols em Copas do Mundo, Messi explodiu ao marcar contra a Bósnia. Quase 24 horas depois, já de volta ao seu estilo sossegado, descartou que a celebração tenha sido um desabafo. Pouco importa que tenha parecido isso.

"Quis festejar apenas o gol, que era importante naquele momento. A primeira partida, por tudo o que significa, o importante era ganhar. A alegria foi porque o gol nos deu tranquilidade no jogo", concluiu.

O camisa 10 argentino viu várias das partidas do torneio até agora. Questionado sobre o veredito sobre os melhores times que assistiu até o momento, não incluiu Brasil ou Argentina na lista. Duas seleções que venceram na estreia.

"Holanda e Alemanha foram as melhores. Há equipes que não mostraram o que podem e não podemos julgar por apenas uma partida. Mas julgando por apenas um jogo, escolho Alemanha e Holanda como melhores."

Leia tudo sobre: Messiseleção argentinaLionel Messi