Manifestantes depredam lojas e agências bancárias em Curitiba

Ao menos cinco pessoas foram detidas pela Polícia Militar, e um coquetel molotov foi apreendido; cerca de 200 pessoas participaram da manifestação

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um grupo de manifestantes depredou lojas, agências bancárias e estações de ônibus durante protesto contra a Copa em Curitiba nesta segunda-feira (16).

Ao menos cinco pessoas foram detidas pela Polícia Militar, e um coquetel molotov foi apreendido. Cerca de 200 pessoas participaram da manifestação, segundo a PM, entre eles vários mascarados. Eles também picharam ônibus do transporte coletivo.

Os manifestantes correram quando os policiais da Rone (Ronda Ostensiva de de Natureza Especial), pelotão de choque da Polícia Militar, cercaram os quarteirões onde ocorria a manifestação, na região central.

De manhã, movimentos sociais organizaram uma manifestação contra a homofobia no Irã e na Nigéria, países que disputaram uma partida pela Copa em Curitiba nesta tarde. Eles estenderam a bandeira da diversidade na região da Boca Maldita, tradicional ponto de protestos em Curitiba.

O ato foi pacífico e reuniu cerca de 300 pessoas. "Até torcedores iranianos participaram, o que foi surpreendente", disse Toni Reis, um dos organizadores. Estudantes também promoveram um "beijaço" durante a manifestação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave