Treinador lamenta erros, arbitragem, lesões e expulsão

Para o treinador português Paulo Bento prejudicou sua equipe no lance do pênalti e no cartão vermelho mostrado a Pepe

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Esportes - Partida entre Alemanha e Portugal ,  no estadio Arena Fonte Nova valida pelo Grupo G da Copa do Mundo , em Salvador BA.  Foto Alex de Jesus/O Tempo 16/06/2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Esportes - Partida entre Alemanha e Portugal , no estadio Arena Fonte Nova valida pelo Grupo G da Copa do Mundo , em Salvador BA. Foto Alex de Jesus/O Tempo 16/06/2014

Salvador (BA). O saldo da partida contra a Alemanha não foi apenas de quatro gols negativos para Portugal. Além da derrota por goleada, o time lusitano teve o zagueiro Pepe expulso e dois atletas que deixaram o campo de jogo com lesões musculares, o lateral Fábio Coentrão e o atacante Hugo Almeida.

O beque recebeu o cartão vermelho ainda no primeiro tempo, depois de agredir o avante alemão Thomas Müller. Mas, para o técnico português, Paulo Bento, a arbitragem errou neste lance, assim como na marcação do pênalti sobre Müller, que culminou no primeiro gol do confronto.

“Não digo que o árbitro foi a origem da nossa derrota. Nós tivemos erros e pagamos caro. O que digo é que houve erros a favor da Alemanha, que condicionam a primeira parte. Mas temos que analisar o que fizemos e reagir para a próxima partida”, disse o treinador.

O segundo embate de Portugal na Copa do Mundo será diante dos Estados Unidos, no domingo, às 19h, na Arena da Amazônia, em Manaus. Além de Pepe, Paulo Bento não deverá contar com Almeida e Coentrão, o que torna mais complicada a missão de vencer os norte-americanos.

“Vamos ver ainda se eles (Hugo Almeida e Fábio Coentrão) poderão jogar. Temos que avaliar. Mas são lesões musculares E, caso sejam ausências, vamos tentar conseguir as melhores opções. O importante é que temos de continuar lutando pelo nosso objetivo”, ressaltou.

Leia tudo sobre: AlemanhaPortugalMullerPaulo BentoFabio CoentraoPepeHugo Almeida