Müller se torna novo candidato a ultrapassar Ronaldo Fenômeno

Além de Klose, camisa 13 da Alemanha se torna um postulante de peso na briga pelo título de maior artilheiro das Copas

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Salvador (BA). O alemão Klose veio para o Brasil com grande chances de superar o brasileiro Ronaldo como maior artilheiro da história das Copas do Mundo. O germânico já anotou 14 gols, contra 15 do Fenômeno. Mas um outro jogador da Nationalelf pode surpreender e assumir o posto de principal goleador dos Mundiais. Trata-se de Thomas Müller.

Artilheiro do torneio em 2010, com cinco gols, Müller foi avassalador em sua estreia na competição. Na tarde desta segunda-feira, ele balançou as redes três vezes na goleada por 4 a 0 da Alemanha sobre Portugal, pela primeira rodada do grupo G, e dá pinta que irá brigar pelo prêmio individual neste ano também.

Com tentos gols em Copas, o avante da camisa 13 está a sete gols de Ronaldo e, se mantiver o faro de gol apurado, tem tudo para ultrapassá-lo, seja nesta edição ou em outras futuras. Com apenas 24 anos de idade e talento de sobra, Müller ainda deve disputar mais dois ou três Mundiais pela seleção germânica. Tudo vai depender de seu desempenho.

Porém, se tornar o maior artilheiro do torneio não é o objetivo principal do atacante. É a conquista por equipe que o motiva quando entra em campo. 

“Fiz três gols hoje (segunda-feira), algo não acontece todos os dias. Na Copa passada tive um bom desempenho. Quero me superar, obviamente. Dei o meu máximo. Mas não se pode esperar que vou marcar três gols numa partida sempre. Claro que sempre vou tentar fazer gols”, disse o destaque do jogo.

Após a excelente estreia, o atacante espera dar continuidade no trabalho e ser decisivo novamente nesta Copa.  “Foi apenas o primeiro jogo. Queremos nos tornar campeões do mundo. Não estamos olhando o desempenho dos outros times. Temos é que pensar em garantir primeiramente uma vaga nas oitavas de final”, ressaltou.

Leia tudo sobre: AlemanhaPortugalMüllerKloseRonaldo