Prefeito tranquiliza Blatter: 'Aqui em Manaus ele não ouvirá vaias'

Presidente da Fifa assistirá na Arena Amazônia o jogo entre Estados Unidos e Portugal, no próximo dia 22 de junho

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES E LEANDRO CABIDO |

Joseph Blatter (esq) e Arthur Virgílio (dir) se encontram na Suíça, onde o presidente da Fifa garantiu presença em Manaus na Copa
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE MANAUS
Joseph Blatter (esq) e Arthur Virgílio (dir) se encontram na Suíça, onde o presidente da Fifa garantiu presença em Manaus na Copa

A estreia de Portugal na Copa do Mundo não foi nada boa. A goleada por 4 a 0 sofrida pelos lusos diante da Alemanha, na primeira rodada do Grupo G, na Arena Fonte Nova, em Salvador, caiu como um banho de água fria nos patrícios. 

Agora, o próximo compromisso português no Mundial é contra os Estados Unidos, na Arena Amazônia, em Manaus. O duelo entre norte-americanos com os portugueses mexe com o imaginário dos manauaras, uma vez que o craque Cristiano Ronaldo é uma das figuras mais expressivas dessa Copa do Mundo.

No entanto, nem só CR7 terá holofotes na capital amazonense. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, é aguardado em Manaus no dia 22 de junho, data do confronto entre Estados Unidos e Portugal. O prefeito da cidade, Arthur Virgílio Neto, promete estender tapete vermelho para o suíço, com quem se encontrou em maio, na sede da Fifa.

“O Joseph Blatter assistirá Portugal e Estados Unidos na Arena Amazônia. Garanto a ele que ele terá uma passagem tranquila pela cidade. Pode vir tranquilo, senhor presidente, aqui tu não serás vaiado. Ao contrário, receberá muitos aplausos, pois os manauaras estão muito satisfeitos com a Copa do Mundo. Principalmente, com os jogos realizados em nosso município", garantiu Arthur Virgílio em entrevista exclusiva ao Super FC

Até aqui, o presidente da Fifa assistiu, diretamente dos estádios, aos jogos entre Brasil e Croácia, e Suíça e Equador. Em ambos foi vaiado. Por essas vaias, o mandatário da entidade máxima do futebol mundial adotará uma política de aparecer pelo menos uma vez em cada sede da Copa. 

Comemoração manauara

Manaus sediou no último sábado um dos grandes confrontos da primeira fase do Mundial, Inglaterra e Itália, que terminou com vitória italiana por 2 a 1. O fato de outros três jogos acontecerem na cidade tem sido muito comemorado pelo prefeito local.

“Para Manaus é muito importante essa visibilidade, ser vista por bilhões de pessoas toda vez que acontecer jogo aqui. Muitas pessoas verão nossas belezas, terão vontade de vir para cá. Estamos nos inserindo no mercado de turismo de eventos. Ao longo da Copa devem passar pela cidade mais de 100 mil pessoas, o que é muito. As pessoas estão tendo boa impressão, vendo a hospitalidade do povo, mesmo com as dificuldades do município”, disse, fazendo elogios à capital mineira, onde disse ter muitos amigos.

“Belo Horizonte é uma belíssima cidade, tem uma bela organização e está pronta para receber seus visitantes dentro ou fora da Copa do Mundo. Minas Gerais é grande na história do Brasil", completou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave