Em Copa dos atacantes, Kompany quer marcação compacta da Bélgica

Grande quantidade de gols marcados no Mundial chama a atenção do zagueiro e capitão belga. Para ele, só um sistema defensivo envolvendo todos os jogadores pode evitar gols

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

O zagueiro e capitão Kompany concedeu entrevista coletiva no Mineirão ao lado do técnico Marc Wilmots
LÉO FONTES/O TEMPO
O zagueiro e capitão Kompany concedeu entrevista coletiva no Mineirão ao lado do técnico Marc Wilmots

Em uma Copa do Mundo que tem sido marcada pela grande quantidade de gols nesta primeira fase, os zagueiros estão com o sinal de alerta ligado. O capitão da seleção da Bélgica e do Manchester City, Vincent Kompany, reconhece a vantagem dos atacantes sobre os defensores e tem a receita para que sua equipe tome o menor número de gols.

"É verdade, tem sido uma Copa do Mundo com muitos gols. Como defensor, sei que zaga precisa estar bem atenta. Mas temos nossas virtudes como seleção e acredito que, se estivermos bem coesos, nos defenderemos bem. É um problema de todos, não só dos zagueiros. Se todos defenderem bem, estaremos bem", disse o xerife belga.

Kompany está muito confiante para estreia no Mundial, nesta terça-feira, contra a Argélia, no Mineirão. O zagueiro sabe a responsabilidade que o grupo carrega, já que os belgas não disputam há competição há 12 anos. Porém, ele não vê um clima de tensão.

"Será a primeira partida de Copa do Mundo para nossos jogadores, muitos dizem que não temos experiência na competição, mas temos experiência em nossos clubes, nossos campeonatos. Vejo o grupo bem treinado e sem pressão além da conta", disse o capitão.

Leia tudo sobre: KompanyBélgicacapitãoMineirão