Queda para o Brasil em 2002 ainda está bem viva para técnico belga

Eliminação em confronto com a seleção brasileira no Mundial da Coreia do Sul e do Japão completará 12 anos justamente na data de estreia da Bélgica na competição deste ano

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

O dia 17 de junho de 2002 ainda está bem vivo na cabeça de Marc Wilmots, treinador da Bélgica. Naquela ocasião, a seleção brasileira eliminou o time belga com uma vitória por 2 a 0, gols de Rivaldo e Ronaldo, e avançou para as quartas de final da Copa do Mundo.

O atual comandante dos Red Devils estava em campo e vivia grande fase como atacante e teve uma grande frustração. Quando o jogo estava 0 a 0, ele marcou um gol de cabeça, mas o árbitro anulou marcando uma falta duvidosa em cima do zagueiro Roque Júnior. 

Apesar de garantir que não espera por uma revanche, Wilmots sempre lembra a data. Em sua entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no Mineirão, não foi diferente. A data da estreia belga no Mundial será justamente o "aniversário" de 12 anos do trauma.

"Amanhã vamos completar 12 anos daquela derrota para o Brasil. Vou um dia difícil, mas não podemos ficar lembrando muito das coisas ruins que a Bélgica já passou. Temos que entrar em campo com fome de vitória para começarmos bem", disse o treinador.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave