Efeito é pior para pequenos

iG Minas Gerais |

Até o contato da reportagem, o presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap-MG), Alexandre Moreira, não sabia da existência da Lei 10.534, que proibe a panfletagem. Ao tomar conhecimento, ele avaliou positivamente, como uma medida de combate à poluição.

“Não vejo muito impacto no mercado publicitário, considero esse tipo de ação, na maior parte das vezes, de pouca relevância e resultado duvidoso. Sobre a lei, parece ser muito adequada por questões de limpeza urbana e sustentabilidade”.

Segundo ele, a panfletagem só tem efeitos mais significativos para pequenos anunciantes. “Talvez possa ter alguma eficácia para negócios pequenos, tipo uma lojinha no bairro, a academia de ginástica. Mas, mesmo assim, acho que podem haver outras estratégias mais eficazes”, avalia.

Para Moreira, que também é diretor de produto da agência 18, não existe um meio mais eficiente na publicidade, uma vez que um complementa o outro. No entanto, ele ressalta a eficiência da internet, que não traz os problemas de poluição relacionados à panfletagem. (QA)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave