Minientrevista

Regina Helena Alves - Professora do dep. de história da UFMG

iG Minas Gerais |

Qual será o papel da internet nesta eleição? A rede vai assumir um papel fundamental nas campanhas, talvez mais importante que a propaganda eleitoral gratuita na TV, já que na internet os eleitores têm a possibilidade de discutir as propostas. Duas ferramentas bastante usadas pelas campanhas deste ano serão o WhatsApp e o Instagram.

As redes sociais se transformaram em ambientes de insultos e ataques? Isso não é um retrocesso no debate? Os candidatos que reclamam que foram ofendidos e caluniados no Facebook e Twitter fazem exatamente a mesma coisa contra seus adversários.

As classes C e D, que concentram grande parte dos eleitores, podem ser influenciadas pela internet?

Sim. A maioria possui smartphones e passou, inclusive, a discutir política na rede, o que antes era impossível. Essas pessoas deixaram de ser influenciadas pelos patrões e hoje têm muito mais independência. (FC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave