‘Varrer o PT’ é mover metade do povo

iG Minas Gerais |

São Paulo. O presidente do PT em São Paulo, Emídio de Souza, rebateu ontem as críticas feitas no sábado ao partido pelo pré-candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves. De acordo com o petista, no Brasil não há tsunami, mas vozes do passado que atacam em tom agressivo os avanços no país. No sábado, na convenção do PSDB, o presidenciável tucano disse que um tsunami varrerá o PT do país. Aécio disse que a gestão petista não tem se mostrado “digna” de atender às demandas da sociedade.

O dirigente estadual estimulou a militância a responder às ofensas contra Dilma Rousseff na abertura da Copa.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, também respondeu às críticas de Aécio. “Antes falaram em acabar com a nossa raça. Agora falam em tsunami para nos varrer do mapa. Para varrer o PT do mapa, antes tem que mover metade do povo brasileiro.”

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave