Consumidores usam internet para mostrar indignação

iG Minas Gerais |

Não é difícil encontrar clientes indignados com a promoção. No site Reclame Aqui, uma consumidora de Belo Horizonte descreve a saga para conseguir o desconto prometido em 2010. “Adquiri uma TV Philips, 47 polegadas, LCD, no dia 30 de março de 2010, por R$ 3.302,86. Entrei em contato em 2011 com a Ricardo Eletro, atrás de um regulamento em uma loja física, porém me pediram para entrar em contato com a central de relacionamento, mas sem sucesso. Então, em março deste ano, compareci a algumas lojas para saber qual seria o período da troca, mas todos os gerentes que me atenderam não sabiam de nenhuma promoção e mal olharam a minha nota. Retornei em abril e a mesma ladainha de não saber nada. Cansada de ser enrolada, voltei depois e me informaram que o período de troca já tinha acabado”, revela a consumidora.

Um outro cliente, dessa vez de Belém (PA), disse que tentou entrar em contato com a Ricardo Eletro para saber detalhes sobre a promoção, mas não obteve sucesso.

“Já enviei três e-mails e, até o momento, não recebi retorno. Estou com a nota fiscal do televisor que comprei em 2010, aguardando alguma posição da empresa”, desabafa.

A resposta da Ricardo Eletro no Reclame Aqui foi a seguinte: “Conforme contato ativo efetuado em 20 de fevereiro de 2014, esclarecemos que junto as dúvidas expostas na reclamação, solicitamos provas da propaganda para que possamos prosseguir com o atendimento”. (TP)

Na vida real

Desconto. “Pessoal conseguiu redução de 10%, 15% e até 30%, mas eu não estou lembrado de conceder 50% de desconto”, admite o gerente de uma loja da Ricardo Eletro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave