Seleção dá olé na chegada a Fortaleza e frusta multidão de torcedores

Ônibus da seleção entrou no hotel em lado contrário ao de onde estava a torcida, que chegou a gritar 'covarde' e precisou ser contida pela polícia

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira e Josias Pereira |

Fortaleza (CE). A seleção brasileira deu um olé em centenas de torcedores brasileiros que aguardavam ansiosamente a chegada da seleção no hotel Marina Park, em Fortaleza, na noite deste domingo. Enquanto uma multidão de gente esperava o comboio da delegação pela entrada dos fundos, o ônibus brasileiro entrou pela entrada principal, frustrando inclusive a imprensa. "Covarde, covarde!", gritaram os fãs.

A mudança de estratégia provocou correria. Crianças e adultos se arriscaram correndo em meio à avenida movimentada. Os motoristas, então, precisaram diminuir a velocidade para não provocar acidente.

Uma parte correu para o alto de um viaduto, na tentativa de ver os atletas. Outra parte dos torcedores conseguiu vencer um primeiro bloqueio policial na entrada principal, mas logo foram bloqueados em um segundo acesso. A tentativa de acessar o complexo criou nova euforia. “Aparece, aparece!”, gritaram os fanáticos.

Alguns fãs se exaltaram e aos gritos de covardia cobravam que os jogadores aparecessem na sacada do hotel, nem que fosse para um aceno. A segurança precisou intervir para que uma invasão acontecesse.

A segurança do hotel passou a informação aos demais hóspedes que os jogadores ficarão em uma área isolada, sem contato com o público.

A seleção brasileira chega a Fortaleza para o duelo contra o México, na próxima terça-feira, pelo grupo A da Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, o time treina no Castelão, palco da partida.

Leia tudo sobre: chegadaseleçãofortalezamarina hotelgritossegurançacorreriaseleção brasiljogadores