Com gols de reservas, Suíça vira sobre o Equador no último minuto

Equipe europeia venceu por 2 a 1 e marcou os dois gols no segundo tempo

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Michael Sohn/Associated Press
undefined

Com um gol aos 47min do segundo tempo, a Suíça venceu o Equador por 2 a 1, de virada, neste domingo (15), no Mané Garrincha, em Brasília, no jogo de estreia dos países na Copa do Mundo. O gol equatoriano foi marcado por Enner Valencia, jogador do Pachuca e goleador do futebol mexicano, aos 21min da primeira etapa. No começo do segundo tempo, aos 2min, o atacante Mehmedi,do Freiburg, da Alemanha, aproveitou escanteio e, também de cabeça, empatou o jogo para a Suíça. Já aos 47 min, no último lance da partida, Seferovic recebeu cruzamento e, na pequena área, virou o placar. Dentro do estádio, a torcida equatoriana era maioria nas arquibancadas da partida da primeira rodada do Grupo E do Mundial. Empurrado pelos torcedores, o Equador pressionou a Suíça no começo do jogo e saiu na frente do placar. Mas, com o decorrer da partida, a Suíça se soltou e conseguiu a virada. No primeiro tempo, ambas as equipes mostraram problemas no setor de criação e não tiveram muitas chances claras de gol. Mas, as equipes se soltaram no segundo tempo e o jogo ganhou emoção. As duas seleções tiveram boas chances e os goleiros fizeram boas defesas, mas o gol que decretou a vitória da Suíça só aconteceu no último lance do jogo. Na próxima sexta-feira (20), a Suíça enfrenta a França, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Já o Equador enfrenta a Honduras, na Arena da Baixada, em Curitiba. SUÍÇA Benaglio; Lichtsteiner, Djourou, Von Bergen e Ricardo Rodriguez; Inler; Behrami, Stocker (Mehmedi), Xhaka e Shaqiri; Drmic (Seferovic). T.: Ottmar Hitzfeld EQUADOR Domínguez; Paredes, Guagua, Erazo e Ayoví; Gruezo, Noboa, Montero (Joao Rojas) e Antonio Valencia; Enner Valencia e Caicedo (Arroyo). T.: Reinaldo Rueda Estádio: Mané Garrincha, em Brasília

Gols: Enner Valencia, aos 21 min do 1º tempo; Mehmedi aos 2, e Seferovic, aos 47 min do 2º tempo Cartões amarelos: Djorou (S) e Paredes (E)