Para FHC, ofensas à presidente em jogo são inaceitáveis

iG Minas Gerais |

São Paulo. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou ontem os xingamentos à presidente Dilma Rousseff no jogo de abertura da Copa do Mundo, na última quinta-feira. De acordo com ele, a ofensa é “inaceitável”, uma vez que ela “merece respeito” como cidadã e como mandatária do Palácio do Planalto.

O dirigente tucano avaliou, no entanto, que o “clima crispado” no país começou com o próprio PT, que “sempre teve mania de acusar o outro”. Segundo ele, o ex-presidente Lula “usa palavras feias”, o que não é educativo. “São desrespeitosos (os xingamentos). Esse clima crispado começou com o próprio PT, que sempre teve mania de acusar o outro, de criticar duramente. O próprio presidente Lula usa palavras feias. Isso é mau, não é educativo”, disse o ex-presidente tucano, ontem, durante convenção nacional do PSDB, em São Paulo.

Esperança. Em Belo Horizonte, na convenção estadual do PT, o pré-candidato Fernando Pimentel também criticou as ofensas à presidente Dilma. “A esperança agora vencerá o ódio destilado nas agressões verbais que a presidente ouviu lá na abertura da Copa”. Para Pimentel, “Lula venceu o medo. Dilma será a esperança que vencerá o ódio, a raiva, o ressentimento de uma elite que não aceita o que está sendo construído.” (Com Isabella Lacerda)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave