Interatividade com o público e engajamento em causas sociais

iG Minas Gerais |

Bianca Rinaldi é uma mulher conectada às redes sociais. A atriz entende perfeitamente o conceito de “segunda tela” e é comum vê-la comentando os passos de sua personagem durante a exibição da novela em sua conta no Twitter. “Adoro essa interação e acho importante. É onde posso devolver um pouco do carinho que recebo”, opina.

Tanto empenho nas redes sociais faz com que ela, às vezes, leia comentários mais pesados ou críticos em excesso. “Se acho que tem fundamento, vou refletir. Mas se é só agressão gratuita, passo por cima”.

O Twitter, inclusive, foi a plataforma usada por um fã para engajar a atriz em uma causa da qual participa há quatro anos. “Fui procurada para divulgar sobre a multipolissacaridose, uma doença metabólica hereditária, e acabei mergulhando nesse universo”, relembra ela. Desse encontro, nasceu o Instituto Eu Quero Viver, criado por Bianca, que busca informar sobre a doença, encontrar melhorias no tratamento público e manter o intercâmbio entre portadores. “É um tema muito difícil. Mas acredito que a minha imagem seja boa para a causa”, define. (AB)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave