Tão bela e exótica

Comidas típicas, floresta e rios próximos encantam francês em Manaus;

iG Minas Gerais | Tânia Ramos |

Uma das atrações de Manaus são os passeios de lancha pelos igarapés
Richard Kohler/divulgação
Uma das atrações de Manaus são os passeios de lancha pelos igarapés

Residente a apenas um ano em Manaus, o francês Arnaud Le Lanchon já morre de amores pela capital amazonense. Até o calor intenso, que o incomodou no início, é hoje uma espécie de aliado para se entregar ao ócio, bebendo uma cerveja gelada e saboreando alguma iguaria da exótica culinária manauara, enquanto observa a paisagem.

Aliás, estonteantes cenários é o que não lhe falta. Diretor do Iberostar Grand Amazon, o resort-navio que singra regularmente os rios Negro e Solimões, Arnaud costuma usufruir de muitos momentos embarcado, curtindo os atrativos ribeirinhos e se embrenhando pela densa floresta.

Para os visitantes da Copa, que vão estar na cidade pela primeira vez, ele sugere visitar os muitos flutuantes perto de Manaus, porém no meio da selva, onde, a seu ver, é ótimo para se passar a tarde comendo peixe assado e bebendo cervejas à beira do rio.

Arnaud recomenda ainda passear pela praia de Ponta Negra e, lá, tomar um tacacá, um caldo à base de camarão, jambu (planta típica da região), polvilho azedo e, entre as várias especiarias, o tucupí (líquido extraído da raiz da mandioca brava, que provoca uma sensação de dormência na boca).

“As cachoeiras de Presidente Figueiredo são uma maravilha da natureza”, diz ele, que cita, na capital, o teatro Amazonas, o mercado Adolfo Lisboa (projetado por August Eiffel), os diversos museus e as comunidades indígenas. “É a terra do delicioso tucumã”, arremata o francês, enaltecendo essa palmeira amazonense, muito utilizada na culinária regional.

Cuiabá

Capital e entorno atraem turista inglesa

Casada com o brasileiro André Turone há 15 anos, a eslovena Akhila Krusic é proprietária de pousadas no Pantanal e na Chapada dos Guimarães, conhecendo bem todos os destinos de Mato Grosso.

Mas, para dar dicas aos turistas estrangeiros, ela preferiu transmitir as expectativas de “uma senhora inglesa” recém-chegada: “Ela escolheu Cuiabá como destino de férias para assistir a dois jogos da Copa e aproveitar a região. Imagine, eles são ingleses e nem vão ver a Inglaterra jogar”, comenta Akhila.

Segundo ela, o roteiro da família inglesa inclui Cuiabá, Pantanal, Chapada dos Guimarães e Bom Jardim. “Fiquei contente de escutar o programa de férias dela e o fato de escolher Cuiabá por causa da proximidade de regiões tão diferentes, porém complementares, como Pantanal, Chapada e Bom Jardim, o ‘Bonito do Mato Grosso’. Mas, podemos incluir ainda a região amazônica do Mato Grosso. Portanto, os visitantes têm oportunidade de conhecer três ecossistemas no Estado”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave