Fifa prevê Copa dos jovens e com muitos gols

"Teremos uma Copa em que quem arriscar mais vai vencer. Será o Mundial do ataque. Parece que as seleções vieram aqui para marcar gols, o que é ótimo para o entretenimento", disse o técnico francês Gérard Houllier

iG Minas Gerais | Folhapress |

O Grupo de Estudos Técnicos da Fifa afirmou neste sábado (14) que a Copa do Mundo de 2014 deve ser marcada pelo sucesso dos jogadores jovens e pelos muitos gols. A previsão foi feita após dois dias de competição e quatro partidas já disputadas. "Teremos uma Copa em que quem arriscar mais vai vencer. Será o Mundial do ataque. Parece que as seleções vieram aqui para marcar gols, o que é ótimo para o entretenimento", disse o técnico francês Gérard Houllier. Ex-comandante do Liverpool, do Lyon e da seleção francesa, ele integra o grupo da Fifa responsável por analisar tática e tecnicamente o Mundial. Após um torneio, um relatório sobre a Copa será produzido e distribuído para as 209 associações nacionais filiadas. Nos primeiros quatro jogos do Mundial, foram marcados 15 gols. No mesmo período da Copa passada, haviam sido anotados só cinco tentos. "Houve mudanças do ponto de vista tático. Antes, só um zagueiro avançava. Agora, em seleções como o Brasil e a Austrália, os dois sobem ao ataque. A transição entre defesa e ataque está mais dinâmica." Houllier também apontou que o estilo tático da Copa-2014 até o momento e o calor do Brasil podem favorecer os atletas mais jovens. "A juventude será um fator muito importante, porque ela significa velocidade e explosão. Ser jovem é impactante, te deixa ir mais ao ataque." A maior decepção da Copa até o momento foi protagonizada por uma seleção de veteranos. Cheia de trintões, como o goleiro Casillas, o volante Xabi Alonso e o meia Xavi, a Espanha foi goleada por 5 a 1 pela Holanda na primeira partida de sua defesa do título mundial. "Muitos jogadores espanhóis disputaram a final da Liga dos Campeões, que foi atípica, muito disputada, e talvez não tenham se recuperado fisicamente a tempo da estreia. Mas eles vão melhorar durante a Copa", completou o técnico. CARTÕES O Grupo de Estudos Técnicos da Fifa também confirmou que os cartões amarelos de cada jogador serão zerados apenas após as quartas de final. Ou seja, um atleta como Neymar, que já recebeu uma advertência, será suspenso caso receba um segundo cartão até o confronto de quartas. Somente na semifinal, ele ficará livre das advertências anteriores.

Leia tudo sobre: copa do mundo