Polícia impede entrada de torcedor de organizada da Argentina

PF não permitiu a entrada do terceiro barra-brava (torcedores organizados violentos da Argentina) no Brasil. Leonel Edgardo, vinculado ao Estudiantes de La Plata, teve a entrada no país negada

iG Minas Gerais | FOLHA PRESS |

Leonel Edgardo, vinculado ao Estudiantes de La Plata, teve a entrada no país negada. Ele faz parte da lista de 2.100 barras com passagens pela polícia que tiveram os dados enviados pelo governo argentino.

Antes dele, Raúl Daniel Attardo (torcedor do Rosario Central) e Ariel Adrián Abolio (Estudiantes) já haviam sido barrados.

O reforço nas fronteiras entre os dois países, especialmente em Uruguaiana (RS), surpreendeu os argentinos que tentam atravessar da Argentina para o Brasil. Estima-se que o fluxo deve aumentar antes da partida contra a Nigéria, que será em Porto Alegre, na outra quinta-feira (25).

Nos aeroportos, os voos que vêm de Buenos Aires também vêm merecendo atenção. Barras do Independiente devem chegar ao Rio de Janeiro neste sábado (14), em aeronave das Aerolíneas Argentinas.

Alguns conseguiram furar o bloqueio. Líderes da organizada Los Borrachos del Morón, do Deportivo Morón, da Terceira Divisão Argentina, estão no Rio de Janeiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave