COL diz que rojão em estádio foi falha "inadmissível" de segurança

Pelo menos um rojão foi estourado dentro da Arena Pantanal durante o jogo, vencido por 3 a 1 pela equipe sul-americana

iG Minas Gerais | Da redação |

O COL (Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014) classificou como uma falha inadmissível de segurança a entrada de fogos de artifício na partida entre Chile e Austrália, sexta-feira (13), em Cuiabá. Pelo menos um rojão foi estourado dentro da Arena Pantanal durante o jogo, vencido por 3 a 1 pela equipe sul-americana. "Foi inadmissível. Tanto o comportamento do torcedor, quanto a nossa falha. Vamos reformar a segurança e melhorar a revista dos torcedores no perímetro dos estádios", afirmou o porta-voz do COL, Saint-Clair Milesi. Segundo ele, há informações de que o torcedor que portava o rojão já foi identificado e a polícia está investigando o caso. Entrar nos estádios da Copa com fogos de artifício é proibido. Ou seja, houve um erro de segurança na revista do torcedor. A falha aconteceu dois dias antes do maior desafio de segurança do Mundial até o momento. A Argentina estreia no domingo contra a Bósnia. Além de Messi, Higuaín e os outros astros da equipe bicampeã mundial, desembarcaram no Rio os temidos barra bravas, a facção mais violenta da torcida argentina. "Os torcedores têm que estar cientes de que esse é um jogo de Copa do Mundo, não é a mesma coisa de campeonatos nacionais. A revista da segurança tem que ser exata nesta partida", completou Milesi.

Leia tudo sobre: futebolcopa do mundosegurançarojão