Padrasto queima dedos da enteada de 9 anos após suspeita de furto

Pai da vítima denunciou o agressor após ficar sabendo da história; homem confessou o crime, mas alegou que só tinha a intenção de corrigir a criança

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um homem de 33 anos foi preso após queimar os dedos da enteada de 9 anos em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi localizado em casa no fim da noite dessa sexta-feira (13) e disse que cometeu o crime com a intenção de corrigir a criança, que estava cometendo furtos.

De acordo com a boletim de ocorrência da Polícia Militar, o pai da menor compareceu à 180ª Companhia do 36º Batalhão contando que tem quatro filhos menores de idade que moram com sua ex-companheira e o atual marido dela.

Nessa sexta, ele ficou sabendo através de uma tia da garota que ela havia sido agredida pelo padrasto. A mulher contou para o pai da menina que, na última quinta-feira (12), Daniel Bento Simões teria pego a criança pelo braço levando até o fogão. Em seguida, o agressor colocou a mãe esquerda da enteada em uma das trempes e ligou o fogo. A menor teve queimaduras em quatro dedos.

Após a denúncia, militares compareceram ao imóvel do suspeito, localizado no bairro Nova Pampulha, e abordaram Simões. Ele disse aos policiais que cometeu a agressão após ficar sabendo que a menino tinha furtado um vidro de perfume do quarto em que dormia com a companheira. O furto foi cometido a pedido da irmã, uma adolescente de 14 anos.

A criança foi levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Vespasiano, onde foi medicada e liberada. A vítima, os pais e

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave