Passeando por uma utopia

Instalação “Sinfonia para uma Cidade Jardim” revela a paisagem natural por trás da selva de concreto da capital

iG Minas Gerais | Daniel Oliveira |

Entre as fotos, destacam-se os ipês dos cartões postais do artista
Julio Toledo
Entre as fotos, destacam-se os ipês dos cartões postais do artista

Em 2007, o fotógrafo Júlio Toledo começou a retratar a paisagem natural, especialmente os ipês, em conjunto com a arquitetura ‘mais notável’ de Belo Horizonte. “Fiz isso porque tinha certeza de que é muito difícil para as pessoas terem tempo de contemplar esses lugares especiais na cidade”, conta. As fotos se transformaram nos cartões postais do projeto BH Cidade-Jardim, que ganhou o prêmio Gentileza Urbana em 2010.

No ano passado, porém, Toledo quis fazer algo diferente com as imagens, utilizando a linguagem do vídeo. O resultado é a instalação audiovisual “Sinfonia para uma Cidade Jardim”, que ele inaugura neste sábado no Centro de Atendimento ao Visitante do Circuito Cultural Praça da Liberdade.

Agraciada com o prêmio “Concurso Cultura 2014” do Ministério da Cultura, a obra acabou se tornando parte do calendário oficial da Copa do Mundo. “Era uma cláusula do prêmio que ela tinha que estar em exibição agora, o que foi uma coincidência feliz porque junho é quando começa a floração dos ipês. As pessoas vão poder sair da instalação e vê-los nas ruas com o mesmo olhar que eu venho tendo nos últimos dez anos”, comemora.

A obra consiste na projeção das fotos e de vídeos em quatro grandes telas de 3x2m dispostas numa sala escura. “A concepção era por que não dar às pessoas a chance de fazer o que eu faço sempre, que é passar um dia na cidade fotografando”, explica Toledo.

Com isso, o artista organizou as imagens de modo que a instalação comece com fotos tiradas durante a madrugada, siga pela manhã, tarde, noite e termine novamente na madrugada. Para ele, o trabalho de um edição foi um desafio, já que seu arquivo já acumula sete anos de imagens. O objetivo foi representar o cotidiano da cidade, com a poluição visual diária e os carros, e localizar no meio disso as imagens especiais eternizadas nos seus cartões postais.

“A ideia é que a pessoa andasse pela cidade olhando para cima e descobrindo no meio da confusão do traçado urbano momentos de admiração e conservação”, elabora. Ajudando a criar a sensação desse passeio, está a trilha criada pelos artistas da Voltz Design, que mistura sons urbanos com vozes e textos.

Idealizador dessa imagem de Belo Horizonte como “Cidade-Jardim”, Toledo admite que, com uma administração voltada cada vez mais para a verticalização e o cerceamento do uso de espaços públicos, isso tem se tornado mais e mais uma utopia. “BH é uma cidade que cresce, tem esse fetiche do novo, quer ser moderna. E isso entra em conflito com a paisagem natural. Mas tem que ter verde, se não a tensão e o stress vão atingir níveis insuportáveis”, reflete.

Ele admite, contudo, que já passou da fase de confrontar e sair brigando. “Já abracei árvore. Seguramos uma perto da minha casa outro dia e salvamos”, diverte-se. Hoje, o fotógrafo acredita que seu papel é chamar atenção para o espetáculo da natureza e criar nas pessoas a necessidade dele. “Você só preserva aquilo que você conhece. Minha missão como artista é mostrar e fazer conhecer”, argumenta.

Nesse sentido, ele se diz muito orgulhoso de que seu projeto de fazer de Belo Horizonte uma “Cidade-Jardim” tenha ganhado reconhecimento nacional por meio do MinC. “Claro que é uma utopia. Mas se não tiver utopia, como a gente vai viver?”, questiona.

Agenda

O que. Instalação “Sinfonia para uma Cidade Jardim”

Quando. Deste sábado a 15 de julho – terça a domingo, das 10h às 18h; quintas, das 10h às 21h

Onde. 2º andar do Prédio Verde (Centro de Atendimento ao Visitante) - Circuito Cultural Praça da Liberdade

Entrada gratuita

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave