Mesmo sem astro, Colômbia mantém otimismo na estreia

Cabeça de chave do Grupo C, equipe colombiana não terá o cortado Falcao García mas quer começar torneio com o pé direito

iG Minas Gerais | Folhapress |

Associated Press
undefined

A classificação para a Copa depois de 16 anos, uma grande campanha nas eliminatórias, jogadores em alta no mercado europeu e o rótulo de cabeça de chave.

Nem mesmo o corte de Falcao García, ídolo nacional, foi suficiente para diminuir o otimismo da Colômbia.

"Podemos representar bem a Colômbia", disse o técnico José Pékerman nesta sexta-feira (13), véspera da estreia contra a Grécia, em Belo Horizonte.

A empolgação está espalhada por todas as partes. A torcida desembarcou em peso no Brasil. Até o dia 5, mais de 54 mil ingressos haviam sido comprados por colombianos.

Entre os estrangeiros, só EUA, Argentina, Alemanha e Inglaterra ficaram com mais tíquetes. O otimismo também está nas palavras dos ídolos da última grande geração do país.

"A lesão do Falcao não mudou nada. Continuamos otimistas. As eliminatórias foram muito boas", afirmou o ex-meia Carlos Valderrama.

Veterano de três Copas (1990, 1994 e 1998), o antigo camisa 10 colombiano aposta que o time sul-americano passará da primeira fase. "Depois veremos o que acontece."

A Colômbia é a cabeça de chave do Grupo C e enfrentará na primeira fase seleções de pouca tradição: Japão, Costa do Marfim e Grécia. A seleção, que até três anos atrás flutuava entre a 35ª e 50ª posição do ranking da Fifa, tem hoje o oitavo lugar.

Fruto do sucesso da melhor geração que o país produziu desde o antigo time de Valderrama, Rincón e Asprilla, na década de 1990.

Uma geração que, além de Falcao, conta com o artilheiro do Português nas duas últimas temporadas (Jackson Martínez), com um campeão da Liga Europa pelo Sevilla (Bacca) e uma estrela ascendente (James Rodríguez).

Os colombianos ficaram a dois pontos da Argentina nas eliminatórias. A segunda posição fez o país voltar ao Mundial, o que não acontecia desde 1998. "Estamos muito felizes por termos uma equipe competitiva", diz Pékerman.

FICHA TÉCNICA: Motivo: 1ª rodada do Grupo C da Copa do Mundo Horário: 13h Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) Árbitro: Mark Geiger (EUA)

Colômbia: Ospina; Zuñiga, Yepes, Zapata e Armero; Sánchez, Cuadrado, Aguilar, James e Bacca; Gutiérrez. Técnico: José Pekerman

Grécia: Karnezis; Torosidis, Manolas, Papastathopoulo e Holebas; Kone, Maniatis, Katsouranis, Salpingidis e Samaras; Mitroglou.  Técnico: Fernando Santos 

 

Leia tudo sobre: ColômbiaGréciaCopa do Mundo 2014Falcao García