Velocidade é aposta do Japão contra força da Costa do Marfim

Equipe nipônica aposta na agilidade dos seus atletas para superar a força física dos africanos que depositam esperanças em Drogba

iG Minas Gerais | Folhapress |

Didier Drogba abriu o placar para a Costa do Marfim
Divulgação
Didier Drogba abriu o placar para a Costa do Marfim

Contra a força física e a experiência da Costa do Marfim, o Japão vai apostar na velocidade e na juventude de seu atacante mais avançado na estreia das duas seleções, neste sábado (14), às 22h.

Okazaki, Honda, Kagawa e Kakitani, o novato da equipe, formam a linha de frente.Mais avançado no ataque japonês, Kakitani, 24, do Cerezo Osaka, fez sucesso nas categorias nacionais de base, mas só foi chamado para a seleção principal 11 vezes -e a partir do ano passado.

"Sabemos que eles têm um time muito forte fisicamente, mas estamos preparados para correr o tempo todo", afirma o jogador.

Enquanto o Japão deposita fichas em um novato em seu ataque, a Costa do Marfim continua sendo Didier Drogba, 36, mais dez.

O papel do capitão, estrela do Galatasaray, da Turquia, não se limita às ações no gramado de treino.

É Drogba quem comanda ações simples, mas significativas, como a disposição dos colegas na mesa do jantar.E vale frisar que o astro veterano, cujo retorno ao Chelsea (ING) vem sendo especulado, tem ao seu lado nomes com a relevância futebolística de Salomon Kalou, 28, Yaya Touré , 31, e Gervinho, 27.

"Ele [Drogba] é o capitão e, com certeza, tem uma ampla influência em todos nós", diz o zagueiro Zokora.

Leia tudo sobre: JapãoCosta do MarfimDrogbaCopa do Mundo 2014