Gerrard acredita que chegou o momento da Inglaterra mostrar seu valor

Segundo o capitão inglês, o jogo é fundamental para as pretensões inglesas na competição

iG Minas Gerais | LEANDRO CABIDO/GUILHERME GUIMARÃES |

MANAUS (AM) - O clássico mundial entre Inglaterra x Itália, em Manaus neste sábado, é um dos grandes atrativos da Copa do Mundo 2014. O jogo, pelo grupo D, tem tudo para entrar na história da competição não só pelo jogo em si, mas também, com tudo que cerca este grande confronto. Enquanto os italianos já se sagraram campeões mundiais em quatro ocasiões, sendo que a última aconteceu em 2006, os ingleses possuem apenas um troféu em seus quadros, no longínquo ano de 1966. O último confronto importante aconteceu na Uefa Euro 2012, quando Pirlo bateu de cavadinha o pênalti que garantiu a Azzurra nas semifinais do torneio.    Pelo lado inglês, o capitão Steven Gerrard, do Liverpool-ING, acredita que chegou a hora do English Team voltar a mostrar seu valor na competição mais importante do globo. "Somos uma equipe, um time, uma seleção. A confiança é alta e estamos crescendo", enfatizou o meio-campista. Ainda de acordo o jogador, a Itália é um dos grandes adversários da Copa, merecendo todo o respeito do time de Roy Hodgson na luta pelo título.    "Com certeza, nós temos respeito tanto pelos torcedores quanto pelo time. Eles têm jogadores maravilhosos, mas certamente não os tememos. Cada um em nosso time está confiante e realmente focado em nosso plano de jogo e mal podemos esperar pela hora do pontapé inicial", disse, antes dos trabalhos realizados nesta sexta-feira, na Arena Amazônia.   O palco, aliás, chegou a ser contestado pela imprensa inglesa durante a semana, dizendo que o gramado encontrava-se em uma situação péssima. No entanto, o que se viu nesta sexta foi um campo de ótima qualidade, não prejudicando em nada as condições de jogo.    "Achamos que está tudo bem com o gramado. Não vejo motivo para preocupação. Amanhã (sexta-feira) à noite, estaremos jogando bem. A grama está baixa e o campo está ótimo", disse o treinador Hodgson.  

Leia tudo sobre: inglaterraInglaterraSeleção inglesaEnglish TeamGerrard