Chilenos e australianos se misturam a militares em Cuiabá

Movimentação de torcedores foi grande e tranquila nos quatros acessos ao estádio

iG Minas Gerais | Folha Press |

 Chilenos, australianos e militares ao lado de tanques de guerra compunham o cenário do entorno da Arena Pantanal, em Cuiabá, horas antes do jogo entre Chile e Austrália nesta sexta-feira (13), estreia das seleções na Copa-14.

A movimentação de torcedores foi grande e tranquila nos quatros acessos ao estádio, o que contrastava com a segurança ostensiva feita pelo Exército.

O feriado decretado na capital de Mato Grosso e obras de última hora nos principais acessos conseguiram melhorar a mobilidade dos torcedores, embora tenha havido congestionamentos na região central.

ENTRADA TRANQUILA O chileno Sergio Lavrin, de Santiago, contou que chegou a Cuiabá duas horas antes do início do jogo.

"Pegamos o último voo e viemos rezando para todos os santos para que tudo desse certo. Por sorte, não pegamos nenhum congestionamento", disse.

O australiano Steve Wigley também relatou facilidade para chegar ao estádio. "Foi um trajeto rápido desde o hotel", contou.

Sobre o jogo, ele afirmou considerar os chilenos como favoritos, mas não descartou a possibilidade de uma zebra. "O futebol é interessante justamente pelo inesperado. Então vamos torcer por isso", declarou.

Nas arquibancadas quase tomadas da arena, o amarelo da Austrália e o vermelho do Chile rivalizavam, mas quem cantava mais alto era a torcida chilena.

De acordo com a Secretaria da Copa de Mato Grosso, mais de 20 mil ingressos foram vendidos para torcedores chilenos. A capacidade da Arena Pantanal é de cerca de 41 mil torcedores.

Leia tudo sobre: austráliachileaustralianoschilenosCuiabá