Treino aberto da Nigéria tem série de invasões

invasores eram crianças e adolescentes, que correram em direção ao jogadores no centro do campo

iG Minas Gerais | Folha Press |

O treino aberto ao público da seleção nigeriana, em Campinas (a 93 km de SP), teve uma série de invasões ao gramado na noite desta sexta-feira (13).

Os invasores eram crianças e adolescentes, que correram em direção ao jogadores no centro do campo, mas foram agarrados por seguranças e retirados de campo. Ninguém se feriu.

Apenas o primeiro deles, um rapaz de mochila nas costas, conseguiu chegar a Obi Mikel, jogador do Chelsea. Ele pediu um autógrafo na camiseta para o jogador, mas foi levado antes de concretizar o feito.

O estádio Brinco de Ouro da Princesa, do Guarani, recebeu público de 4.000 pessoas.

Ao contrário da histeria e do tumulto que marcou ontem o treino aberto de Portugal, no estádio Moisés Lucarelli, da Ponte Preta, a apresentação da Nigéria não empolgou o público.

Os gritos de "A / E / I / Nigéria é Guarani", de parte da torcida, logo perderam força. Tímida, parte da torcida foi embora antes mesmo de o treino, que durou cerca de 1h30, terminar.

Este foi o único treino aberto da Nigéria à população. Na quarta-feira (18), Portugal fará um novo treino para 10.000 pessoas no Moisés Lucarelli.

GRUPO F Os africanos estão no grupo F da Copa do Mundo, e o primeiro jogo será contra o Irã, na segunda-feira (16), em Curitiba.

Na sequência, enfrentarão pelo grupo F as seleções da Bósnia, no sábado (21), em Cuiabá, e da Argentina, na quarta-feira (25), em Porto Alegre.

Leia tudo sobre: seleção nigerianaNigériainvasãotreino