Diego Costa não se abate com vaias: "Faz parte do futebol"

Sempre com um sorriso amarelo no rosto, o atacante respondeu a várias perguntas e tentou esquivar-se sempre que possível

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Depois de ser o principal alvo da torcida na derrota para a Holanda por 5 a 1, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa passou pela zona mista do estádio baiano e foi requisitado pela imprensa brasileira e internacional. Sempre com um sorriso amarelo no rosto, o atacante respondeu a várias perguntas durante todo o percurso de entrevistas e tentou esquivar-se sempre que possível.

Em relação às vaias e xingamentos da torcida, Diego explicou que essa é uma das maneiras de torcer do futebol e disse não ser tão facilmente afetado por este tipo de afronta.

"Pessoal vem em campo para se divertir. Faz parte do futebol. Em nenhum momento isso vai me afetar", afirmou Diego Costa.

"Acho que todo mundo tem seu direito de escolha como eu tive o meu (de se naturalizar espanhol). O povo brasileiro tem sua forma de pensar, e temos de respeitar. Eu respeito tudo isso, as críticas, as vaias, tudo. Eu já pensava que isso iria acontecer", completou.

Apesar da vexatória goleada sofrida, Diego relata uma ponta de felicidade por, pelo menos, fazer a sua estreia em Copas com a camisa da Fúria.

"Partidas como essa passam e agora é pensar na próxima partida. Não há mais nada o que fazer. Por um lado estou feliz (por estrear em Copas pela Espanha), por outro muito triste pelo resultado. Agora é levantar a cabeça e seguir em frente", finalizou o atacante.

Diego Costa agora se prepara para enfrentar o Chile, nesta quarta-feira, no Maracanã.

Leia tudo sobre: diego costavaiasespanhaEspanhajogoholandaHolandagoleada