Croácia nega danos a vestiário após derrota e critica Itaquerão

Equipe se defendeu de declarações do gestor do estádio, André Sanchez, e revelou problemas estruturais do estádio

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

ESPORTES - SAO PAULO SP - BRASIL - 11.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - Treino da Selecao Brasileira de futebol no Itaquerao. 
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - SAO PAULO SP - BRASIL - 11.6.2014 - COPA DO MUNDO FIFA 2014 - Treino da Selecao Brasileira de futebol no Itaquerao. Foto: Douglas Magno / O Tempo

A seleção da Croácia negou nesta sexta-feira (13) ter danificado o vestiário do Itaquerão após a derrota para o Brasil, como afirmou na véspera o gestor do estádio, Andres Sanchez. O time europeu ainda criticou a arena, classificada como "inacabada".

Após o jogo, Sanchez disse que os croatas "bagunçaram tudo, sujaram tudo. Ficaram ainda três dedos de água nos corredores. Quero ver quem vai limpar".

Em nota oficial, a equipe croata afirmou que uma mesa quebrou no vestiário por não ter aguentado peso do material em cima dela.

Sobre o problema da água, a federação disse que, devido ao estádio "inacabado", a drenagem da água dos chuveiros não funcionou e por isso o vestiário ficou molhado.

"Não houve destruição. Esse não era o clima no vestiário croata", disse a equipe.

Leia tudo sobre: CroáciaItaquerãoCopa do Mundofutebolcríticasvestiáriosobrasinacabada