Nove presos por homicídios em Vespasiano nesta madrugada

Eles foram presos por seis assassinatos diferentes ocorridos na região; outros 13 suspeitos continuam foragidos

iG Minas Gerais | JOHNNY CAZZETA |

Os nove suspeitos foram presos após serem apontados como autores por investigações de seis mortes na região
Divulgação / Polícia Civil
Os nove suspeitos foram presos após serem apontados como autores por investigações de seis mortes na região

A Polícia Civil prendeu nove suspeitos de homicídios, na madrugada desta sexta-feira (13), em Vespasiano, região Metropolitana de Belo Horizonte. A Operação Talião cumpriu nove dos 22 mandados de prisão, relativos a quatro crimes distintos.

Marco Aurélio Ribeiro Diniz (apelidado Marquinho), Robert Júnio Miranda de Souza (conhecido como Romarinho), Emerson Assis Martins (Neguinho), Lucas Costa de Abreu (Neném) e Romualdo Siqueira (Bola) são suspeitos pelas mortes de Edvaldo Aparecido e Thiago Braz de Moura, no dia 10 de fevereiro. Os corpos das duas vítimas foram encontrados carbonizados em um veículo roubado, no bairro Serra Azul. Segundo investigações, eles foram assassinados após se desentenderem com os suspeitos, enquanto faziam um desmanche de carros.

Já Rodrigo de Jesus (de apelido Deléia) e Kelvim Rafael Soares de Almeida foram presos pela morte de uma adolescente de 13 anos, no dia 17 de dezembro de 2013, na rodovia de acesso às MGs 424 e 010. O crime teria sido provocado por vingança contra a jovem, que trabalhava para eles no tráfico, e estaria desviando drogas do grupo.

Leandro Marques Honório (o Cobrão) foi preso como suspeito no assassinato do servente de pedreiro Geraldo Antônio Siqueira Júnior, no dia 6 de setembro de 2009, no bairro Serra Dourada. O irmão de Geraldo também foi atingido pelos disparos, mas sobreviveu. A polícia acredita que Geraldo tenha sido morto após cobrar uma dívida de R$ 150 por um serviço prestado na casa do mandante do crime, que continua foragido e não teve a identidade revelada. Os dois irmãos foram torturados antes de serem baleados. Os suspeitos irão responder por homicídio duplamente qualificado e pela tentativa de homicídio duplamente qualificada, por motivo fútil e com emprego de tortura e meio cruel.

Por fim, Israel ferreira dos Santos foi preso pelas mortes de Cleber Francisco de Oliveira e Rodrigo Bispo Dias, em um estúdio de tatuagem no bairro Vale Formoso. O crime, ocorrido no dia 20 de novembro de 2009, teria sido provocado pela briga de facções rivais de traficantes. Outros três homens são procurados pelas mortes.

Operação Talião

Mais de cem policiais civis do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa trabalharam na operação talião. O nome foi escolhido pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios de Vespasiano, e faz referência à lei babilônica de Talião, que estabelece a justiça à base do olho por olho, dente por dente, em menção à motivação dos crimes investigados.

Segundo o delegado Sérgio Paranhos, responsável pelas investigações, “a operação visa combater este tipo de prática criminosa e diminuir o número de homicídios na cidade”. O delegado ainda reforça que a operação continua, já que alguns suspeitos continuam foragidos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave