Fonte Nova se torna cidade de várias nações do mundo

Estádio de Salvador recebe torcedores de diversas seleções do planeta para o confronto desta tarde

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

A Arena Fonte Nova está sendo palco de um grande espetáculo envolvendo várias nações e mostrando que o futebol é uma ferramenta importante na luta pelo fim das barreiras étnicas. Isso fica claro dentro e nos arredores do estádio de Salvador.

Torcedores brasileiros, espanhóis, holandeses, argentinos, mexicanos, alemães, norte-americanos, venezuelanos e de tantos outros países se misturam uns aos outros, de forma pacífica, dando luz a um projétil de um mundo em que a nacionalidade é o que menos importa.

“Esta é uma oportunidade boa para as pessoas verem que a grande preocupação que o mundo deveria ter é o respeito à diversidade (étnica). A preocupação ambiental também é importante, mas a diversidade humana é o maior valor que o planeta tem hoje”, opinou o geólogo baiano Carlos Henrique Reis, 50.

Ao lado de familiares, Carlos foi acompanhar a partida envolvendo as duas primeiras colocadas da última Copa do Mundo. Ele destacou o mar de pessoas trajando camisas das mais diversas cores que avistava em cada canto do estádio.

“Recentemente participamos da Copa das Confederações. Já tinha tido uma experiência parecida, mas não com a magnitude que se está aqui hoje. Estou vendo camisas de Espanha, Holanda, Argentina, Estados Unidos. Até gente vestida de Super Homem. Só so falta a Mulher Maravilha”, disse, em meio a risos.