Com cadeiras de rodas, 'gringos' aprovam acessibilidade na Fonte Nova

De acordo com voluntários da arena de Salvador, o estádio tem oito elevadores para portadores de necessidades especiais

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Salvador (BA). Em todos os estádios da Copa do Mundo, uma das principais preocupações é com a acessibilidade para pessoas com deficiências físicas. A reportagem de O TEMPO irá acompanhar o jogo entre Espanha e Holanda na Arena Fonte Nova e deparou-se com um casal de estrangeiros em cadeiras de rodas e a resposta foi positiva em relação aos serviços no estádio em Salvador.

Nascida no Reino Unido, Tima (que não quis ter seu sobrenome divulgado) veio à primeira capital do Brasil com seus pais e ficou contente com o que encontrou na Arena Fonte Nova, apesar de mínimos percalços.

“Chegamos sem problemas ao estádio e cansei apenas para empurrar meus pais nas rampas que dão acesso ao local. Acho que poderia ter um elevador ou algo do tipo, mas isso, claro, não é um problema para a gente”, disse Tima.

“Já nos direcionaram a um elevador e vamos para nosso lugar. Tudo está indo bem, como planejamos”, completou.

De acordo com voluntários do estádio há no estádio oito elevadores direcionados para portadores de necessidades especiais.

Leia tudo sobre: Copa do Mundoarena fonte novasalvadorespanhaholanda