Pai obriga filho 'black bloc' a deixar protesto contra Copa

Caramente alterado e nervoso, homem grita: "você vai ter o seu direito quando você começar a trabalhar e ganhar o seu direito"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Reprodução/Globo News
"Deixa eu protestar. Eu quero estudo", afirmou filho. "Não me interessa. Você já tem. Eu pago sua escola", responde o pai

Uma discussão entre pai e filho vem chamando a atenção nas redes sociais. A cena aconteceu nesta quinta-feira (12), em São Paulo, durante um protesto contra a Copa do Mundo. O adolescente, com uma camisa enrolada na cara, discutia com o familiar afirmando que possuía o 'direito de brigar por um país melhor'. 

O pai, claramente alterado e nervoso, grita: "Você vai ter o seu direito quando você começar a trabalhar e ganhar o seu direito", exclama. 

Uma multidão de repórteres e ativistas se juntam a dupla. Por algumas vezes, outros manifestantes tentam afastar o garoto do local, mas são impedidos por gritos 'deixa, deixa, é o pai dele'.

"Deixa eu protestar. Eu quero estudo", afirmou filho. "Não me interessa. Você já tem. Eu pago sua escola", responde o pai.

A mãe do garoto, visivelmente emocionada, acompanhou a cena ao lado. Os três deixaram o local a pé.

O protesto, chamado Sem Direitos Não Vai Ter Copa, marcado pelas redes sociais, deu início à série de críticas à Copa, e acabou gerando problemas para quem ia ao aeroporto.

A reação policial deixou várias pessoas feridas, dentre as quais jornalistas da rede americana CNN. Ainda pela manhã, quatro pessoas foram detidas, segundo a Polícia Militar (PM), que promete divulgar um balanço da operação na sexta-feira (13).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave