Entenda o primeiro dia de mudanças nas linhas 61 e 2004

Usuários foram pegos de surpresa com a mudança; linha 61 teve alterações apenas nos pontos de paradas no centro; já a 2004 foi substituída por duas outras linhas, a 5106 e a 3030

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

CIDADES - BELO HORIZONTE - MG 
Primeiro dia da implementacao do MOVE na estacao Venda Nova .

FOTO : Uarlen Valerio / O Tempo  13.06.2014
UARLEN VALERIO / O TEMPO
CIDADES - BELO HORIZONTE - MG Primeiro dia da implementacao do MOVE na estacao Venda Nova . FOTO : Uarlen Valerio / O Tempo 13.06.2014

Entrou em funcionamento na manhã desta sexta-feira (13) a linha troncal 61 do Move (nome dado ao BRT da capital, sigla em inglês para transporte rápido por ônibus), responsável pelo trajeto direto estação Venda Nova - centro. A mudança efetiva aconteceu apenas em relação aos pontos de parada no centro de Belo Horizonte, já que a linha já existia com o mesmo trajeto.

Com a mudança, a linha 61 passa a integrar o Move e ganha ônibus articulado. Com saída da estação Venda Nova ela segue direto para o centro e para nas estações Carijós (avenida Paraná, 160) e São Paulo (avenida Santos Dumont, 600). Antes da integração ao Move, a linha tinha paradas também no centro, mas na rua Aarão Reis, 500, rua dos Guaicurus. 436, rua dos Guaranis, 400 e rua Mato Grosso, 87.

Como tem ocorrido com todas as implementações do Move na capital, muitos usuários da linha foram pegos de surpresa. A auxiliar de farmácia Carla Aparecida Martins Gomes, 42, reclamou que ficou esperando pelo ônibus por meia hora. “Eu sempre peguei essa linha e o ônibus passava de cinco em cinco minutos, agora demorou demais. Eu também não tive nenhuma informação sobre a mudança, cheguei aqui e estava essa bagunça”, contou.

Já a recepcionista Vera Lúcia Duarte, 49, aprovou a mudança. “Pego a linha 61 há quatro anos e gostei da mudança, valeu a pena”, disse.

Aos domingos e feriados a linha 61 irá parar também nos pontos da avenida Padre Pedro Pinto e na Avenida Dom Pedro I, além das estações de transferência da avenida Antônio Carlos, substituindo a linha 63.

No entanto, as estações do Move na Pedro I ainda não estão em funcionamento. Segundo a BHTrans, isso não vai atrapalhar o trajeto da linha 61 porque ela é direta, ou seja, não tem paradas pela avenida, exceto aos domingos e feriados.

De acordo com o presidente da BHTrans Ramon Victor Cesar, essas estações devem ser finalizadas nos próximos dias, provavelmente, até o fim de junho. Para ele, a mudança foi positiva. “A mudança não traz prejuízos para o usuário, pelo contrário, a possibilidade de integração com outras linhas para o centro aumenta enormemente o alcance geográfico deste trajeto”, considerou.

Outras mudanças

Além da 61, duas linhas diametrais foram alteradas. A linha 2004, que fazia os bairros Bandeirantes, Pilar e Olhos D´água, foi substituída por duas linhas: a diametral 5106, que faz o trajeto Bandeirantes - BH Shopping, e a linha 3030, que faz itinerário com as avenidas Professor Morais e Afonso Pena.

A 5106 irá facilitar o acesso à praça da Liberdade, avenidas Cristóvão Colombo e Nossa Senhora do Carmo e o bairro Belvedere, segundo a BHTrans. Essas novas linhas ganharam os ônibus tipo Padron do Move, que não têm articulação.

Leia tudo sobre: Move