Jornalista argentino critica atraso do ônibus da Fifa e trânsito em Sa

Falta de informação foi outro problema enfrentado pelos profissionais, que não tiveram os mesmos problemas na Copa passada

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Pelo menos um dos quatro pontos de embarque do ônibus da Fifa disponibilizado para a imprensa em Salvador sofreu com atraso e falta de informação nesta manhã de sexta-feira. A capital baiana irá receber em poucas horas o clássico entre Espanha e Holanda, na Arena Fonte Nova.

Além da reportagem de O TEMPO, um jornalista da publicação argentina La Nation, Hector Claudio Mauri, também estava à espera do ônibus da Fifa e mostrou-se inconformado com a demora e falta de organização.

"No site da Fifa falava que este hotel é um dos pontos do ônibus e na entrada também diz isso, mas ninguém sabe se os horários estão sendo 'respeitados', se não está acontecendo atrasos", disse Mauri.

"Na África do Sul não tive problema algum com este serviço. Aqui é a primeira vez que pego um", completou.

O ônibus da Fifa acabou chegando com quase 40 minutos de atraso devido ao trânsito na cidade e seguiu para o estádio Fonte Nova. O caminho foi marcado pelo engarrafamento, que estará no noticiário argentino. O trajeto que levaria cerca de 20 minutos acabou durando  pouco mais de uma hora.