Em 2002, Brasil estreou com vitória de virada e pênalti inexistente

Assim como em 2002, seleção também estreou com vitória de virada nessa quinta-feira

iG Minas Gerais |

A vitória da seleção brasileira sobre a Croácia, por 3 a 1, na quinta-feira, no Itaquerão, teve um cenário bem parecido com o triunfo obtido contra a Turquia na estreia da Copa de 2002, quando o time brasileiro conquistou o pentacampeonato.

Na oportunidade, a equipe de Felipão saiu perdendo por 1 a 0 com um gol de Hasan Sas, aos 47 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, a seleção conseguiu reagir e empatou com Ronaldo, aos 5 minutos, e vrirou o marcador com Rivaldo, aos 42.

O gol da virada saiu através de um pênalti inexistente sofrido pelo ex-atacante Luisão, que foi derrubado fora da área. O árbitro da partida foi o sul-coreano Kim Young-joo.

Tal fato gerou a manchete "Os craques da rodada", com uma foto do árbitro ao lado do atacante Ronaldo.

Contra a Croácia, a seleção saiu atrás no placar com um gol contra do lateral esquerdo Marcelo, aos 10 minutos do primeiro tempo. Aos 28, Neymar empatou em um chute cruzado.

Na etapa complementar, o time de Felipão conseguiu a virada. Oscar cruzou, Fred dominou a bola marcado por Louvren e caiu. O árbitro japonês Yuichi Nishimura assinalou pênalti, que foi convertido por Neymar, aumentando o número de erros de árbitros em Copas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave